Dia do Trabalhador

1º de Maio Dia do Trabalhador

"Bar Aberto"

Confraternização para os Associados no Clube de Campo do Sintrae/MS

Negociações 2014

Os índices dos reajustes salariais acordados em negociação variam entre 7% e 7,3%

Na manhã do dia 14 de março aconteceu a terceira rodada de negociação entre o Sintrae-MS e Sinepe-MS. Após discussão e questionamentos, os sindicatos laboral e patronal definiram os índices de reajustes salariais e concluíram a negociação do Termo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho 2014/2015. 

Todos os professores, auxiliares administrativos, auxiliares docentes e auxiliares de serviços gerais terão um reajuste linear de 7% (sete inteiros por cento). Os professores que se enquadram nos salários normativos da Educação Infantil e Fundamental I terão reajuste de 7,3% (sete inteiros e três décimos percentuais), ficando com os valores conforme consta tabela abaixo.

O presidente do Sintrae-MS, Eduardo Botelho,  analisa o resultado da negociação: “Asseguramos ganho real com índices acima da inflação, maior que o reajuste do salário mínimo que subiu 6,78% e da aposentadoria que neste ano foi de 5,56%. Além disso,superamos o índice do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do período que foi de 5,38%. Nossa comissão negociadora se empenhou e desde o princípio deixamos claro que não abriríamos mão do ganho real acima do índice inflacionário”, destaca.

Abaixo segue a nova tabela dos Níveis de Salários Normativos:

Reajustes:
Professores
Educação Infantil e Ensino Fundamental I: 7,3%
Todos os outros professores da base do Sintrae-MS: 7%

Auxiliares
Auxiliar Administrativo e Docente: R$ 789,00
Auxiliar de serviços Gerais: R$ 761,00

O reajustes incidem incidem sobre os salários a partir de 1º de março, database da categoria.

Leia mais...

Recesso dos Professores

RECESSO DOS PROFESSORES

Veja também - Recesso de Julho

 

Como funciona o recesso dos professores em julho e dezembro, que trabalham nas escolas particulares.

Face à importância do assunto, cumpre-nos tecer alguns comentários relacionados com o recesso escolar e a remuneração do professor.

Considera-se recesso escolar ou férias escolares, o período intermediário entre o final de um semestre letivo e o inicio de outro semestre letivo. Estes ocorrem no mês de julho e de dezembro a janeiro de cada ano.

Leia mais...

Curiosidades

Por que a logomarca do Sintrae-MS é uma coruja?

Com sua capacidade de ver no escuro, a coruja inspirou os antigos...

Leia mais...

Ficha de Filiação/Atualização Cadastral

- Filie-se: preencha a ficha ao lado e envie ao Sintrae/MS para tornar-se filiado.
- Atualize-se: preencha a ficha atualizando os seus dados cadastrais junto ao Sintrae/MS.

Construção da Sede Administrativa

Construção da Sede Administrativa - Um sonho sendo realizado

Foi dada a largada, com a construção do muro de 140 metros para fechar a frente da área destinada à sede administrativa.
Também iniciamos os serviços de terraplanagem para dar lugar à nova sede adrministrativa.

A Assembléia Geral convocada para autorizar a construção foi vitoriosa em ousar com pensamento no futuro.

Clique aqui para ver o andamento das obras

Dicas para ver o seu Sindicato fracassar

Dicas para ver o seu Sindicato fracassar

1. Não freqüente sua entidade mas, quando for lá, procure algo para reclamar.

2. Se comparecer a qualquer atividade, encontre falhas no trabalho de quem está lutando por ela.

3. Nunca aceite uma incumbência. Lembre-se de que é mais fácil criticar do que realizar.

4. Se a diretoria pedir sua opinião ou ajuda sobre o assunto, responda que não tem nada a dizer ou está sem tempo. Depois, espalhe como deveriam ser as coisas.

5. Não faça mais do que somente do que o necessário. Porém, quando os diretores e sócios estiverem trabalhando com boa vontade e com interesse pra que tudo corra bem, afirme que sua entidade está dominada por um grupinho.

6. Não leia o jornal da entidade, e muito menos os comunicados. Afirme que ambos não publicam nada de interessante ou, melhor ainda, diga que não os recebe regularmente.

7. Se for convidado para qualquer cargo, recuse alegando falta de tempo e depois critique com afirmações do tipo: “Essa turma quer é ficar sempre nos mesmos cargos...”

8. Quando tiver divergência com um diretor, procure, com toda intensidade, vingar-se da entidade.

9. Faça ameaças de abrir processo ético e envie cartas ao quadro social com acusações à diretoria.

10. Sugira, insista e cobre a realização de cursos e palestras. Quando a entidade realiza-los, não se inscreva e nem mesmo compareça.

11. Se receber um questionário da entidade solicitando sugestões, não preencha, e se a diretoria não adivinhas as suas idéias e pontos de vista, critique e espalhe a todos que é ignorado.

12. Após toda esta “colocação espontânea”, quando cessarem as publicações, as reuniões e todas as demais atividades, enfim, quando a sua entidade morrer, estufe o peito e afirme com orgulho: “EU NÃO DISSE!”.